“Querido patrão da Google”: a criança que escreveu a Sundar Pichai e recebeu uma resposta

Qual seria a sua reação se o seu filho recebesse uma carta da Google? Foi isso que aconteceu a Chloe Bridgewater que escreveu à empresa de serviços e software na busca de emprego.

Aos sete anos, Chloe Bridgewater parece ter bem definido aquilo que quer para o seu futuro: trabalhar numa das empresas mais valiosas do mundo, a Google. Determinada a concretizar o seu sonho, a menina inglesa resolveu pegar na caneta e no papel e escrever ao chief executive officer (CEO), Sundar Pichai.

De acordo com a carta publicada na íntegra pelo Business Insider, a ideia surgiu após uma conversa entre Andy Bridgewater e a filha, onde lhe falou sobre as condições e benefícios de trabalhar para a gigante americana.

“O meu pai disse-me que se trabalhar na Google posso sentar-me em puffs, andar de escorrega e andar de kart. Também gosto de computadores e tenho um tablet onde posso jogar”, pode ler-se na carta enviada por Chloe onde refere os seus pontos fortes: soletração, leitura e contas de somar. “O meu pai disse-me que se continuar a portar-me bem e a aprender que um dia poderei vir a ter um emprego na Google.”

Ao enviarem a carta, os pais estavam longe de imaginar que um dia iriam obter uma resposta assinada pelo próprio Sundar Pichai, que a família partilhou na rede social Twitter.

“Acho que se continuares a estudar arduamente e seguires os teus sonhos, podes alcançar tudo o que quiseres – desde um trabalho na Google até participares nos Jogos Olímpicos. Fico à espera de receber a tua candidatura quando terminares o liceu”, escreveu o CEO.

Comentários