Professores deixam alunos sem aulas para fazer campanha

Pelo menos 159 professores do ensino obrigatório - do 1.º ao 12.º anos - são candidatos a deputados e têm dispensa nos 15 dias de campanha.

Há 159 candidatos a deputados nas eleições legislativas de dia 4 de outubro que são professores, avança a edição impressa desta quinta-feira do Diário de Notícias.

Os que estão a dar aulas têm direito a uma dispensa de 15 dias, o que vai fazer com que não estejam nas escolas no arranque do ano letivo.

De acordo com o jornal, a maioria dos diretores contratam por isso substitutos por um mês, enquanto outros pediram aos docentes que reponham as aulas mais tarde, troquem com colegas. Noutros casos, os responsáveis esperam que o professor compense a matéria em falta durante o resto do ano.

Existe uma centena e meia de candidatos a deputados nos partidos com assento parlamentar que se apresentam como professores do ensino obrigatório (do 1.º ciclo ao secundário).

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários