Politécnico de Viana baixa preço das refeições para alunos

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) anunciou que vai reduzir o custo das refeições no próximo ano letivo, tornando-se "na instituição de ensino superior portuguesa com o preço mais baixo para os alunos".

Em declarações à agência Lusa, o diretor dos Serviços de Acão Social (SAS) do IPVC, Diogo Moreira, a redução de cinco cêntimos (de 2,40 para 2,35 euros) é justificada pelo aumento de cerca de 70%", do número de refeições servidas naquele politécnico entre 2012 e 2014.

Face àquele aumento, o SAS "decidiu distribuir os benefícios obtidos na área da alimentação com os alunos, passando a ser a instituição de ensino superior portuguesa com o preço de refeição mais baixo".

EM 2012 foram servidas no IPVC 88 mil refeições, em 2013 cerca de 102 mil, e em 2014, 132 mil.

Além do aumento do número de refeições servidas, a redução do preço a praticar no ano letivo 2015/2016 prende-se "com os projetos de investigação do 6-Sigma, iniciados em 2010 e que permitiram a otimização dos custos aumentando, simultaneamente, a qualidade das refeições".

Para Diogo Moreira trata-se "de uma estratégia de reforço da qualidade, e de redução dos custos de frequência do ensino superior, eliminando as barreiras para as famílias com menores condições financeiras".

Comentários