Parlamento discute a 21 de janeiro projeto do BE para adoção por casais do mesmo sexo

O grupo parlamentar do BE propôs hoje em conferência de líderes a discussão do seu projeto de lei sobre adoção de crianças por casais do mesmo sexo e o debate ficou marcado para 21 de janeiro

O texto bloquista prevê eliminar "os impedimentos legais de adoção e apadrinhamento civil por pessoas casadas, ou em união de facto, com pessoas do mesmo sexo".

"Não há nenhuma razão para os casais do mesmo sexo serem proibidos de adotar uma criança. Nem a ciência, nem a sociedade, nem o interesse das crianças, nem os direitos das pessoas LGBT (lésbicas, gay, bissexuais e transgénero) justificam a discriminação que persiste na lei, num país que acabou por consagrar direitos pela metade - casar podem, adotar é que não", lê-se ainda no documento.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários