Pais e escola de Celorico de Basto chegaram a acordo e aulas começaram hoje

Mais de uma centena de encarregados de educação tinham subscrito um documento de protesto

O Centro Escolar de Gandarela, Celorico de Basto, iniciou hoje as atividades, depois de os pais dos alunos e a direção terem acordado acabar com as turmas mistas que impediram o início das aulas na segunda-feira.

 

"Chegámos a acordo com a direção do agrupamento, para bem de todos, especialmente das nossas crianças", disse hoje o presidente da Junta de Basto S. Clemente, Daniel Meireles.

Na segunda-feira, os encarregados de educação impediram o início das atividades letivas, em protesto contra as turmas mistas que juntavam na mesma sala alunos de anos diferentes.

 

Mais de uma centena de encarregados de educação tinham subscrito um documento de protesto.

 

Naquele dia, os pais reuniram-se com a direção do agrupamento, exigindo que, até quarta-feira, a situação fosse alterada, o que veio a ocorrer, segundo o presidente da Junta.

De acordo com Daniel Meireles, que também participou nas reuniões com a direção do estabelecimento de ensino, nenhuma das novas turmas tem mais de 25 alunos, cumprindo o que determina a lei.

 

O autarca elogiou a postura da escola, dos pais e das quatro juntas de freguesia (Basto de S. Clemente, Vale de Bouro, Ribas, e União de Caçarilhe e Infesta) que participaram no processo de diálogo.

 

O Centro Escolar de Gandarela de Basto é um dos mais modernos do concelho de Celorico de Basto, ali estudando 180 alunos, divididos por seis turmas, do primeiro ao quarto anos de escolaridade.

 

Por Lusa

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários