ONG Médicos do Mundo promove comportamentos saudáveis em crianças

O projeto - "Like ME"/Como Eu - é lançado hoje, em Lisboa, arrancando no terreno em março.

A organização não-governamental (ONG) Médicos do Mundo associou-se a uma farmacêutica para trabalhar num projeto de promoção de comportamentos saudáveis e competências, em crianças de bairros sociais da Grande Lisboa.

 

Promovida e financiada pela farmacêutica AstraZeneca Portugal, a iniciativa abrangerá, até 2016, mais de uma centena de crianças, entre os 10 e os 12 anos, que vivem em bairros sociais de Lisboa, Loures, Amadora e Oeiras, e já enquadradas no programa governamental de reinserção social Escolhas.

 

Direcionado para a área da saúde mental juvenil, o "Like ME" propõe-se aumentar a autoestima de crianças socialmente mais vulneráveis, assim como as suas competências, e prevenir comportamentos de risco como a violência, sintetizou à agência Lusa Carla Fernandes, coordenadora dos projetos nacionais na Médicos do Mundo.

 

Durante três anos, a equipa do projeto vai fazer o diagnóstico dos conhecimentos, atitudes e práticas das crianças e educar a sua autoestima, através de oficinas lúdico-pedagógicas sobre prevenção de violência e comportamentos de risco, direitos humanos, multiculturalidade, desenvolvimento psicossocial e relações interpessoais.

 

No âmbito da "educação de pares", alguns dos menores serão formados para transmitir as boas condutas a outras crianças, na sua própria comunidade.

 

O projeto prevê também a realização de uma minissérie de sete episódios e a elaboração de um manual de boas práticas, com base na aprendizagem feita pelas crianças.

 

O "Like ME" enquadra-se no Young Health Programme/Programa de Saúde Juvenil, promovido pela multinacional farmacêutica em 12 países, incluindo Reino Unido, onde começou a ser desenvolvido, Brasil, Suécia, Índia e Canadá.

 

Em Portugal, a Médicos do Mundo foi a entidade parceira selecionada pela farmacêutica para conduzir o projeto.

Comentários