OCDE distingue projeto de empreendedorismo promovido em escolas do Alto Minho

O projeto, promovido junto de 350 alunos do Alto Minho, foi o único, a nível nacional, selecionado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) para ser apresentado em novembro na Alemanha como "estudo de caso".

De acordo com a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, o projeto-piloto intitulado "Educação para o Empreendedorismo" e dinamizado junto de 15 turmas, do pré-escolar, primeiro e segundo ciclos de ensino básico em agrupamentos de sete municípios do distrito de Viana do Castelo.

"Foi considerado um dos vinte projetos mais inspiradores, no âmbito do ‘Entrepreneurship 360', a par de outros exemplos internacionais de boas práticas de países como a Alemanha, Grécia, Itália, Espanha, Holanda, Inglaterra e Finlândia", lê-se na nota de imprensa da CIM do Alto Minho.

Desenvolvido em parceria pela CIM do Alto Minho, Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e Centro Educativo Alice Nabeiro - Associação Coração Delta, foi desenvolvido no ano letivo 2012/2013 com o objetivo de "promover competências e atitudes empreendedoras desde os primeiros anos da escolaridade obrigatória, abrangendo crianças dos 3 aos 12 anos".

O projeto vai ser alargado no próximo ano letivo com a aprovação da candidatura "Alto Minho INVEST" pela Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Norte.

No ano letivo 2014/2015 será dinamizado em todos os dez concelhos da região envolvendo cerca de 750 alunos 30 docentes.

"Pretendeu-se fomentar a apropriação social do espírito e cultura empreendedora nos três primeiros níveis de ensino através da criação de ambientes de aprendizagem motivadores, gratificantes e exigentes que promovessem o espírito de iniciativa, a capacidade de gerar e aplicar ideias e uma maior criatividade e autoconfiança, reforçando estes elementos em todos os currículos e áreas de estudo", explica a estrutura que agrega os dez municípios do distrito de Viana do Castelo.

Em novembro, em Potsdam, Alemanha, o projeto será apresentado como "estudo de caso", durante um seminário internacional.

O modelo desenvolvido no Alto Minho foi também considerado exemplo de boas práticas pela Comissão Europeia e incluído na publicação ‘Entrepreneurship Education - A Guide for Educators' (Educação para o Empreendedorismo - Um Guia para Educadores).

Por Lusa 

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários