Ponte tecnológica aproxima jovens emigrantes de pais e avós

A associação transmontana Leque anunciou esta quinta-feira um projeto, apoiado em novas tecnologias, para aproximar jovens emigrados dos seus pais e avós que estejam sós ou quase isolados nas aldeias daquela região.
créditos: AFP/JONATHAN NACKSTRAND

"A ideia é estabelecer uma ponte familiar, para depois se instalarem meios de comunicação necessários ao estabelecimento de ligações de áudio e imagem com recurso ao ‘Skype' através de videoconferência", enfatizou à agência Lusa a psicóloga Celmira Macedo, mentora do projeto.

O projeto começará a ser desenvolvido em 10 aldeias do concelho de Miranda do Douro, podendo estender-se aos municípios de Mogadouro e Alfândega da Fé, todos no distrito de Bragança.

Numa primeira fase, haverá um contacto com a comunidade de emigrantes, seguindo-se a identificação das necessidades de cada um dos seus familiares mais idosos, bem como a instalação de equipamentos.

Os pontos de ligação de áudio e imagem com recurso ao ‘Skype' serão instalados nas sedes das juntas de freguesia para os idosos com mobilidade. Para os que tenham mobilidade reduzida ou estejam acamados, os equipamentos serão colocados nas residências de cada um.

"Com esta estratégia vamos colocar os idosos a falar com os filhos e netos, e ver a suas caras, principalmente, em épocas festivas, como o Natal ou a Páscoa, mas também nas férias de verão", especificou Celmira Macedo.

O projeto tem igualmente uma componente "biopsicossocial", que se traduz no tratamento da parte física, psíquica e social das pessoas seniores intervenientes no projeto.

"Com uma equipa de técnicos e terapeutas vamos ajudar na reabilitação dos idosos na sua saúde física. A componente emocional será tratada com este contacto direto que é feito com os familiares mais chegados", explicou.

A ajudar a lidar com as novas tecnologias estarão no terreno técnicos preparados e formados para o efeito.

Para a implantação do projeto, a associação Leque beneficia da circunstância de ter vencido um dos prémios "BPI - Seniores" e, no âmbito de uma parceria parceria com o município de Miranda do Douro, será disponibilizada uma carrinha que levará os técnicos às aldeias.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários