Nasceu o primeiro bebé fruto de nova técnica de análise do genoma

Os estudos de validação da nova técnica sublinham a precisão da nova geração de sequenciamento para seleção de embriões na fertilização «in vitro».

O primeiro nascimento foi alcançado na sequência da análise de embriões recorrendo a uma nova técnica de sequenciamento do genoma que promete revolucionar a seleção de embriões para fertilização in vitro (FIV). A técnica, que nunca tinha sido aplicada na triagem de embriões, foi hoje apresentada na reunião anual da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia (ESHRE) por Dagan Wells, do NIHR Biomedical Research Centre da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

 

A técnica de análise é conhecida como «a próxima geração de sequenciação», um método poderoso para descodificar genomas completos. Grandes quantidades de dados de ADN são produzidas a partir de cada amostra testada, revelando, simultaneamente, informações sobre a herança de doenças genéticas, anomalias cromossómicas e mutações mitocondriais.

 

«A próxima geração de sequenciamento já está a revolucionar muitas áreas de investigação genética e diagnóstico», afirmou Dagan Wells, «e, quando aplicada à avaliação de embriões, permitirá a análise simultânea de doenças hereditárias graves e anomalias cromossómicas letais. A próxima geração de sequenciamento oferece uma visão sem precedentes sobre a biologia dos embriões», disse o investigador.

Comentários