Quem não souber inglês pode chumbar no 4.º ano

Quem tiver negativa a Inglês e Português ou a Inglês e Matemática e ainda menção insuficiente noutra disciplina, será retido no quarto ano.
créditos: AFP / FRED DUFOUR

Segundo o artigo 13.º do Despacho de Avaliação do Ensino Básico, que define as condições de aprovação, transição e progressão neste nível de escolaridade, “no final de cada um dos ciclos do ensino básico, o aluno não progride e obtém a menção de Não Aprovado, se […] no caso do 1.º ciclo, tiver obtido classificação inferior a 3 simultaneamente nas disciplinas de Inglês, de Português ou Matemática e, cumulativamente, menção insuficiente em pelo menos uma das outras disciplinas”.

No entanto, o inglês para o 1.º ciclo do ensino básico só este ano letivo começa a ser lecionado nas escolas, e apenas no 3.º ano de escolaridade, o que determina que não haja ainda no final do ano alunos em condições de reprovar por não ter atingido os objetivos na disciplina.

A classificação 3 determina o limiar da nota positiva e o nível a partir do qual os alunos obtém aprovação às disciplinas.

Em comunicado, na terça-feira, o Ministério da Educação e Ciência (MEC) defendeu que “no 1.º ciclo, a introdução do inglês a partir do 3.º ano leva a algumas mudanças nos critérios de aprovação dos alunos, valorizando o ensino desta língua”.

As alterações na avaliação do ensino básico formalizam ainda a introdução da prova de inglês da Universidade de Cambridge como elemento de avaliação obrigatório.

Comentários