Menos crianças abrangidas com abono de família em fevereiro

O abono de família foi atribuído a 1.054.477 crianças e jovens em fevereiro, menos 357 (0,03%) face ao mês anterior e menos 54.249 (5,12%) face ao período homólogo de 2016.

Dados do Instituto da Segurança Social (ISS), atualizados a 01 de março e sujeitos a novas atualizações, indicam que Lisboa é o distrito do país com o maior número de abonos de família atribuídos (209.451), seguido do Porto (204.073) e de Braga (94.612).

Os dados da Segurança Social apontam também uma descida nas prestações por parentalidade pagas em fevereiro face a janeiro.

O número de beneficiários com prestações por parentalidade, em fevereiro, foi de 33.987 pessoas, valor inferior em 1,5% em relação ao mês anterior e em 3,7% face a fevereiro de 2016.

Apesar de as mulheres manterem a predominância, com 23.790 a receberem esta prestação (70% do total de beneficiários), o crescimento foi maior nos homens (5,8%), com 10.197 beneficiários, em fevereiro, refere a Síntese de Informação Estatística da Segurança Social elaborada pelo Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP)

Contrariamente a esta tendência, o número de mulheres com prestações por parentalidade, comparando com janeiro de 2017, sofreu um decréscimo de 4,4%, acrescenta o GEP.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários