Medidas de combate ao abandono escolar discutidas na especialidade

Os projetos de resolução do PSD, PCP, CDS-PP, PS, PAN e BE para a adoção de medidas de combate ao abandono escolar no ensino superior, esta sexta-feira (10/03) apresentados em plenário, serão debatidos em sede de especialidade.

Um requerimento dos seis partidos a solicitar que o assunto seja agora debatido na Comissão de Educação e Ciência, sem votação, por um período de 30 dias, foi hoje aprovado por unanimidade.

Nos seus projetos de resolução, a maioria dos partidos converge na necessidade de o Governo apresentar anualmente à Assembleia da República um relatório sobre o abandono escolar.

O Partido Comunista Português recomenda que o Governo realize um relatório de caracterização socioeconómica dos estudantes, que elabore um estudo sobre as necessidades de alargamento da rede de residências e que defina um plano de construção de residências.

O PSD, no seu projeto de resolução propõe que o Governo implemente um programa de regresso ao ensino superior destinado a estudantes que não concluíram os seus ciclos de estudos e que desenvolva uma estratégia para permitir aos trabalhadores-estudantes uma melhor compatibilização da vida profissional com as exigências académicas. É ainda recomendado pelo PSD o pagamento atempado das bolsas de ação social escolar.

BE quer mais vagas nas residências universitárias

O Bloco de Esquerda defende, por seu turno, a contratação de mais técnicos para analisar os pedidos de bolsa de ação social e que seja instituída a isenção no pagamento de residência universitária aos estudantes apoiados pelo Fundo de Emergência. No seu projeto de resolução o BE defende ainda o aumento em pelo menos 10% do número de vagas por universidades em residências para estudantes.

O Grupo Parlamentar do CDS recomenda ao Governo a disponibilização de dados atualizados no portal “inforcursos”, designadamente sobre empregabilidade, para que os candidatos/estudantes possam tomar opções vocacionais de forma informada.

Comentários