Londres espera receber primeiro café para mães que amamentam

Uma mãe inglesa teve a ideia de criar um café exclusivo para mães que estão a amamentar os seus filhos. Para concretizar o projeto, abriu uma conta num site de crowfunding onde espera angariar parte do dinheiro que necessita
créditos: AFP

O tema da amamentação em público é discutido quase diariamente nos jornais, onde há sempre um caso de uma mãe que foi marginalizada por amamentar o seu bebé em público.

Para contrariar estas situações, cada vez mais frequentes, a inglesa Charlotte Purdie, de 21 anos, teve a ideia de criar o primeiro café exclusivo para mães que amamentam.

Charlotte foi mãe em março deste ano e confessou no site Kickstarter.com (a plataforma de crowfunding onde se encontra o seu projeto) que demorou três semanas até ganhar coragem para sair de casa com o seu bebé, tendo em conta as horas em que ele tinha de mamar.

Sabendo que estas dificuldades e constrangimentos são comuns a muitas mães, Charlotte decidiu que quer abrir um café onde haja as seguintes condições:
- Muda de fraldas
- Salas para amamentação
- Salas para dar o biberão ao bebé
- Espaços para os carrinhos e para as mães conviverem
- Espaço para crianças brincarem, com televisão e outros entretenimentos
- Locais para aquecer os biberões
- Refeições saudáveis
- Serviços de mesas para as mães que amamentam
- Entre outras comodidades...

Charlotte já apresentou a sua ideia ao banco, que adorou o projeto, mas pede-lhe que ela arranje 50% do investimento. Por isso, a melhor forma de o fazer foi através do crowfunding.

Até à data, foram já doadas mais de duas mil libras. O objetivo é chegar às cinco mil libras.

Charlotte espera conseguir abrir o The Milk Lounge em janeiro de 2016.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários