Jovens que tomam o pequeno-almoço comem mais fruta e vegetais

Pequeno-almoço marca o ritmo do dia

Jovens que tomam o pequeno-almoço todos os dias comem mais fruta e verduras. Esta é a conclusão do estudo publicado no International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity e que vem reforçar a ideia de que tomar a primeira refeição do dia traz benefícios para a saúde e desempenho intelectual dos mais novos.

O pequeno-almoço é a primeira refeição do dia, o que significa que é fonte de energia [hidratos de carbono) e nutrientes como vitaminas e minerais essenciais para ajudar o organismo e o cérebro a funcionar depois de oito horas de sono.

Um novo trabalho publicado no International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity vem reforçar outra ideia há muito avançada em estudos que avaliam o estado nutricional: jovens com 11, 13 e 15 anos que tomam o pequeno-almoço, comem mais vegetais e frutas comparativamente com aqueles que não comem nada pela manhã ou mesmo que fazem refeições irregulares [pequeno-almoço; almoço ou jantar].

O relatório desenvolvido pelo National Institute of Public Health, University of Southern Denmark adianta ainda que as rotinas familiares e o cumprimento dos horários das refeições em família criam o ambiente propício para o desenvolvimento de hábitos saudáveis à mesa.

Criar boas rotinas logo ao acordar

Os hábitos alimentares adquiridos na infância refletem-se na vida dos adultos e, no caso do pequeno-almoço, os benefícios para a saúde são imediatos. Estudos comprovam que as crianças que tomam o pequeno-almoço são menos obesas, têm tendência para consumir alimentos mais equilibrados ao longo do dia e têm maior capacidade de concentração.

Desde o pequeno-almoço mais tradicional passando pelos cereais de pequeno-almoço, existem diferentes alimentos que podem ser incluídos para quebrar o jejum. Mas especialistas sugerem que a combinação de um produto que contenha cereais integrais [pão ou cereais de pequeno- almoço, por exemplo], um produto lácteo [iogurte ou leite] e uma peça de fruta [variar, de preferência] constituem a melhor opção nutricional para começar o dia.

Ana Leonor Perdigão, nutricionista

Comentários