Jornadas Europeias promovem descoberta do património do país durante três dias

Objetivo principal é a sensibilização dos cidadãos para a importância da proteção e usufruto do património

As Jornadas Europeias do Património deste ano vão realizar-se sob o tema "Património, sempre uma descoberta" nos dias 26, 27 e 28 de setembro com iniciativas em todo o país, desde visitas guiadas, ateliês e concursos.

 

As Jornadas Europeias do Património (JEP) foram criadas em 1991 pelo Conselho da Europa, com o apoio da União Europeia, e são organizadas em cerca de 50 países e regiões da Europa.

 

O objetivo principal das jornadas e das iniciativas locais é a sensibilização dos cidadãos para a importância da proteção e usufruto do património.

 

Em Portugal, a coordenação de centenas de iniciativas, a maioria de acesso gratuito, é da responsabilidade da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), que publica também o programa na página online www.patrimoniacultural.pt com o objetivo de mobilizar o público para estas comemorações, divulgando o património do país.

 

Ateliês lúdicos, oficinas pedagógicas, visitas guiadas, conferências, concursos, exibição de filmes, espetáculos de teatro e dança, sessões de leitura e jogos tradicionais são algumas das iniciativas previstas em museus e monumentos públicos e privados em todo o país.

 

De acordo com um texto da DGPC sobre o evento, o tema deste ano "pretende chamar a atenção para a permanente novidade que o património cultural encerra, sempre atualizado através de novo conhecimento, de novas leituras e de novas interpretações, acompanhando a evolução das mentalidades, das ideias e também das modas".

 

A entidade sublinha ainda "o enorme potencial do património, construído ou imaterial, e a sua importância determinante para um harmonioso e equilibrado desenvolvimento social e económico e para o papel de cultura na sociedade".

 

Por Lusa

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários