Escola de Viana inspecionada por causa de mais ninhos de vespa asiática

O perímetro escolar da EB 2,3/S de Barroselas, em Viana do Castelo, vai ser inspecionado na quinta-feira para despistar a existência de mais ninhos de vespa asiática.
créditos: LUSA

"Por uma medida de precaução, vamos verificar sobretudo a zona das coberturas. Já analisámos as árvores existentes no recinto e não detetámos mais nenhum ninho. Amanhã [quinta-feira] iremos verificar os telhados, operação que será assegurada pelos funcionários dos serviços de segurança da escola", explicou Maria Teresa Almeida, diretora do agrupamento, citada pela Lusa.

Independentemente daquela inspeção, a responsável adiantou que "as aulas serão retomadas na quinta-feira e já hoje à noite, a partir das 19:00, funcionarão os cursos de educação e formação de adultos".

O estabelecimento de ensino foi evacuado hoje de manhã devido à queda, no seu interior, de um ninho de vespa asiática, que causou ferimentos numa criança.

A retirada dos cerca de 600 alunos teve início cerca das 10:45 e foi decidida por precaução, tendo os Bombeiros Municipais procedido à destruição do ninho, através da queima.

De acordo com o segundo comandante da corporação, o ninho, "com cerca de 60 centímetros", encontrava-se "num choupo" ao lado do campo de jogos da escola, de onde acabou por cair devido ao vento forte que se fez sentir na região.

De acordo com a diretora do agrupamento, a queda do ninho foi presenciada por "alguns alunos que estavam à espera do início aulas e a jogar à bola".

"Ao aproximarem-se do ninho, um dos alunos foi picado. Avisada a direção da escola, foi acionado o sistema de segurança e comunicado o caso à proteção civil", explicou Maria Teresa Almeida.

A responsável adiantou que a criança picada "já se encontra em casa e bem de saúde depois de ter sido conduzida ao hospital".

Assegurou que a destruição do ninho "só foi realizada após a conclusão da retirada de todos os alunos".

"Dentro das circunstâncias, tudo correu dentro da normalidade, de forma muito ordeira e calma", afirmou.

A vespa asiática, ou velutina, tem-se expandido na região Norte, tendo já sido descobertos e eliminados ninhos desta espécie na cidade do Porto.

O Alto Minho tem sido um dos principais polos de propagação da vespa, que já destruiu grande número de colmeias de apicultores da região.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários