"É preciso intervir. Esta escola está a ruir", gritam os alunos do Liceu Camões

Os alunos do centenário Liceu Camões, em Lisboa, manifestaram-se esta manhã (16/03) para exigir o início de obras que assegurem condições de segurança e preservem o imóvel.
créditos: LUSA/MIGUEL A. LOPES

“Aprovaram as obras e começaram a fazer uns buracos na cave, mas pararam”, disse à agência Lusa, no local, um dos alunos envolvidos na organização do protesto.

Pelas 11h30, hora do intervalo, os alunos concentraram-se junto ao portão, exibindo uma faixa vermelha com a inscrição “Fartos destas condições, obras já”.

Gritando palavras de ordem como “é preciso intervir, esta escola está a ruir” e “alunos unidos jamais serão vencidos”, os estudantes desta escola, datada de 1902, juntaram-se assim a um movimento nacional que deu origem a várias manifestações hoje, de norte a sul do país.

“Investimento sim, cortes não”, gritaram os alunos, aproveitando para exigir o fim dos exames, o regresso do passe escolar e manuais gratuitos para todos.

A iniciativa inseriu-se nas comemorações do Dia do Estudante, que se assinala a 24 de março.

Os almoços pelas escolas de todo o mundo

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários