Crianças mais saudáveis comem a mesma comida dos pais

Crianças que comem a mesma refeição que os pais têm maior probabilidade de manter uma dieta saudável em relação às crianças que comem uma refeição diferente.

A conclusão é de uma investigação da Universidade de Edimburgo, na Escócia, que analisou os hábitos familiares de mais de 2 mil crianças de cinco anos. O estudo descobriu outro facto interessante: os primogénitos mantinham dietas mais saudáveis do que o segundo ou terceiro filho.

 

O facto de as crianças comerem ou não como os pais teve o maior impacto na dieta delas, independentemente do seu nível socioeconómico. Outros hábitos analisados, como o horário e o local da refeição ou até mesmo o humor da família durante esse momento não se mostraram tão relevantes.

 

Porém, os cientistas afirmaram que boa parte dos pais não tinham uma boa relação com a hora da refeição. Cerca de 25 por cento afirmaram que nunca ou raramente era uma ocasião agradável para todos. Além disso, 20 por centos dos entrevistados disseram que nunca ou raramente tinham oportunidade de conversar durante as refeições, já que eram feitas muito rapidamente.

 

«Oferecer “comida de criança” como refeição principal pode resultar numa dieta com menos nutrientes. É provável que nos casos em que as crianças fazem refeições especiais, estejam a comer uma refeição menos nutritiva», afirmou Valeria Skafida, uma das autoras do estudo.

 

 

Maria João Pratt

artigo do parceiro:

Comentários