Crianças com muitas atividades podem tornar-se adultos stressados e ansiosos

Cada vez há mais atividades extracurriculares, de modo a estimular os mais pequenos. No entanto, uma especialista em educação infantil vem agora dizer que o "tédio" também faz bem às crianças.

Julie Robinson, educadora e diretora da Independent Association of Prep School, deu uma entrevista este mês à revista IAPS, onde chamou a atenção para, por um lado, os perigos das crianças serem sobrecarregadas com atividades extracurriculares e, por outro, as vantagens das crianças terem os seus momentos de tédio. Segundo esta especialista, o tédio não é tão mau quanto os pais possam pensar, podendo, inclusive, preparar as crianças para os momentos mais aborrecidos que terão na vida adulta, assim como ajudá-las a desenvolver a sua independência. Por sua vez, as crianças que têm uma vida completamente preenchida, correm o risco de se vir a tornar adultos stressados e ansiosos. Julie chama ainda a atenção para o tempo dispensado pelas crianças com os computadores, alertando para o facto de ser com novos amigos e até com algum sofrimento ocasional que as crianças aprendem a criar empatia e a dominar melhor ferramentas de comunicação; sendo estas características procuradas no mercado de trabalho. Fonte: Daily Mail

artigo do parceiro:

Comentários