Covilhã reduz IMI para as famílias com filhos

A Câmara Municipal de Covilhã vai aplicar, em 2016, uma redução do valor da taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para as famílias com filhos que pode chegar aos 20%, disse hoje à agência Lusa o presidente do município, Vítor Pereira (PS).
créditos: EPA

"Decidimos conceder o benefício fiscal em termos de IMI de 05% para as famílias que têm um filho, de 10% para as famílias com dois filhos e de 20% para as famílias com três ou mais filhos", especificou o autarca.

Esta medida abrangerá 3.833 famílias deste concelho e terá um impacto financeiro de cerca de 50 mil euros, valor do qual o município prescinde, mas que "será bem empregue, porque é em benefício das famílias", segundo referiu Vítor Pereira.

"É uma ajuda que visa contribuir para criar mais rendimento disponível às famílias e que também pretende ser um simbólico incentivo à natalidade", apontou o presidente desta câmara do distrito de Castelo Branco.

Em termos gerais, a taxa de IMI mantém o valor de 0,35% para os prédios urbanos e de 0,80% para prédios rústicos, estando ainda prevista a majoração para os casos de edifícios e terrenos devolutos, degradados e ao abandono.

No que concerne à taxa de derrama (imposto municipal aplicado sobre o lucro tributável das empresas), a proposta da autarquia define o valor de 1,2%, sendo que as empresas com volume de negócios inferior a 150 mil euros ficam isentas.

Relativamente à participação variável no IRS (Imposto sobre Rendimento de Pessoas Singulares) a aplicar aos rendimentos do ano de 2016, a autarquia propõe a fixação da taxa de 05%.

As propostas em causa já foram aprovadas pelo executivo municipal e serão analisadas e votadas na Assembleia Municipal durante a tarde de hoje.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários