Centenas de alunos da Póvoa de Santa Iria sem refeições até quinta-feira

Autarquia de Vila Franca de Xira reconhece a falta de funcionários

Centenas de alunos do Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Agrupamento de Escolas da Póvoa de Santa Iria, concelho de Vila Franca de Xira, não vão receber as refeições até quinta-feira, por falta de funcionários.

 

"São largas centenas de crianças que, até quinta-feira, não vão receber os almoços. Não está em causa a confeção, mas sim a distribuição das refeições. Isto deve-se à dificuldade de colocação das tarefeiras recrutadas pela câmara municipal, muitas ao centro de emprego, para servirem as refeições", explicou hoje à agência Lusa Jorge Ribeiro (PS), presidente da União das Freguesias da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa.

 

Contactada pela Lusa, a autarquia de Vila Franca de Xira, responsável pelo fornecimento das refeições, informou que "foi hoje confrontada com a situação de não fornecimento de refeições" por parte do agrupamento de escolas, ressalvando que essa decisão "não foi articulada nem tomada pelo município".

 

A câmara, gerida pelo presidente Alberto Mesquita (PS), reconhece a falta de funcionários, mas garante que há alternativas dentro do próprio agrupamento.

 

"Apesar da não colocação da totalidade dos funcionários para o serviço de refeições (nomeadamente devido a faltas e desistências de última hora de alguns dos selecionados), estão disponíveis no agrupamento recursos utilizáveis para este fim", sublinha o município.

 

A câmara acrescenta que, "uma vez que o fornecimento de refeições está apto a partir de hoje em todo o concelho", espera que o agrupamento "possa assegurar a sua distribuição o mais rapidamente possível, estando disponível para colaborar na solução", sem, no entanto, adiantar uma data para a resolução do problema.

 

Em comunicado, a Comissão Política de Secção do PSD de Vila Franca de Xira diz que os encarregados de educação foram informados esta manhã, de que terça, quarta e quinta-feira, o município não tem condições para o fornecimento de refeições nem deu qualquer alternativa para as crianças que frequentam o Pré-Escolar e 1º Ciclo.

 

"Esta questão deve-se à falta de colocação de funcionários em todos os equipamentos de Pré-Escolar e 1º Ciclo da Póvoa de Santa Iria, situação da competência exclusiva da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira", refere a nota.

 

Os vereadores eleitos pela Coligação Novo Rumo, liderada pelo PSD, vão enviar um requerimento ao presidente da câmara a solicitar informações sobre a falha no fornecimento das refeições.

 

"Esta situação é incompreensível, pois o início do ano escolar está agendado e programado com a antecedência mais do que necessária para acautelar estas questões. A câmara não apresentou nenhuma solução alternativa aos encarregados de educação, o que se torna dramático, pois terão que ser os pais a assegurar estas refeições, já a partir de amanhã [terça-feira] ", criticou Odete Silva, presidente do PSD de Vila Franca de Xira, citada no comunicado.

 

Por Lusa

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários