Cem mil jovens visitaram programa de ciência "O Mundo na Escola"

Ano letivo termina hoje para milhares de alunos em todo o país

Mais de 100 mil crianças e jovens visitaram as atividades do programa de ciência “O Mundo na Escola”, que percorreu o país nos dois últimos anos letivos, estando agora uma das exposições em escolas de Timor-Leste.

 

Hoje, o Ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, e os secretários de Estado do seu ministério participam na cerimónia de encerramento deste ano letivo do programa de divulgação de ciência O Mundo na Escola que, em dois anos, esteve em cerca de 80 escolas.

 

Milhares de alunos visitaram a exposição “A Física no dia-a-dia”, baseada na obra de Rómulo de Carvalho, e conheceram os mistérios revelados pelo mundo dos insetos, graças à exposição “Insetos em Ordem”.

 

A “Física no dia-a-dia” chegou a 45 escolas e foi visitada por 65 mil pessoas, que puderam assim descobrir a física por detrás dos objetos mais simples do quotidiano.

 

Esta mostra viajou agora até à Escola Portuguesa Ruy Cinatti, em Díli, Timor-Leste, onde vai ficar até ao fim do mês, devendo depois seguir para outras escolas do distrito de Díli e de Aileu.

 

Mais de 40 mil pessoas visitaram a exposição "Insetos em Ordem", onde puderam conhecer estes animais através de jogos de pistas para toda a família.

 

Já a iniciativa intitulada “Grandes Aulas” chegou este ano à Madeira, com “grandes cientistas nacionais a percorrerem, em dois anos, um total de 26 escolas, uma experiência que foi partilhada com cerca de 5 mil alunos”, refere o gabinete do Ministério da Educação e Ciência (MEC).

 

A cerimónia de encerramento do ano letivo vai contar com a presença de responsáveis do MEC mas também com alunos e professores das escolas onde esteve presente este programa, que é financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) em colaboração com a Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica.

 

Por Lusa

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários