Campo de férias ajuda jovens a viver melhor com diabetes

Desporto, aconselhamento médico e otimização alimentar entre as atividades

De 13 a 18 de julho, a Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP) vai promover a 17ª edição do campo de férias para jovens com diabetes entre os 13 e os 17 anos.

 

A edição deste ano vai ter lugar na Quinta do Crestelo, em Seia, e vai contar com a presença de 24 jovens, que durante estes dias vão aprender a gerir melhor a sua doença através do exercício físico, alimentação e otimização das terapêuticas bem como através da partilha das suas vivências.

 

De acordo com João Raposo, diretor clínico da APDP, “todos os anos a Associação promove estes campos de férias com o objetivo de proporcionar a estes jovens um leque de atividades de formação que os ajudará a viver melhor com diabetes”.

 

“Este ano, uma das novidades passa pela utilização de um avançado sistema de monitorização contínua da glicemia, que vai permitir prevenir eventuais hipoglicémias (um dos maiores receios das pessoas com diabetes) e melhorar o ajuste terapêutico destes jovens”, refere Marina Dingle, enfermeira da APDP.

 

Durante os dias do campo de férias, os jovens, entre os 13 e os 17 anos, vão realizar diversas atividades físicas, como por exemplo, escalada, equitação ou slide. Ao longo dos seis dias, os jovens contam com a presença permanente de cinco monitores e de uma equipa de saúde constituída por dois médicos, dois enfermeiros, uma dietista, uma psicóloga e uma auxiliar.

 

Por SAPO Crescer

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários