Batalha cria Fundo de Emergência para famílias em grave carência económica

A iniciativa vai ainda ser submetida ao escrutínio da Assembleia Municipal

A Câmara da Batalha aprovou a criação de um Fundo de Emergência Social para apoiar famílias em situação de grave carência económica, disponibilizando uma verba de 30 mil euros, disse hoje à agência Lusa o presidente da autarquia.

 

“Em articulação com o nosso provedor municipal, verificou-se que havia a ausência de uma resposta do município que pudesse contemplar ajudas financeiras diretas às famílias necessitadas que, por vezes, precisam de pequenas quantias monetárias para comprar alimentação ou outros bens, pagar a eletricidade, o gás ou medicamentos”, explicou Paulo Batista Santos.

 

Paulo Batista Santos adiantou que, “através deste mecanismo e, nos termos daquilo que são as atribuições municipais, será possível complementar por esta via outras ajudas que já são disponibilizadas pela câmara e, assim, cumprir uma obrigação social à qual a autarquia atribui a maior importância no concelho da Batalha”.

 

“É uma verba que é flexível e será modelada em função das necessidades”, garantiu o autarca, adiantando que o município “tem outros programas de apoio social, entre os quais a comparticipação na aquisição de medicamentos, mas este, porém, contempla pessoas a partir dos 65 anos”.

 

Segundo o presidente daquele município do distrito de Leiria, com este fundo, por exemplo, é alargado o apoio na aquisição de medicamentos a crianças ou jovens.

Comentários