Banco de Manuais Escolares de Évora lança campanha para novo ano letivo

O Banco de Manuais Escolares da Câmara de Évora iniciou uma nova campanha de recolha e entrega de livros, após ter beneficiado, no último ano letivo, cerca de 800 alunos do concelho, divulgou hoje o município.

Na nova campanha, com vista ao arranque do ano letivo 2015/16, a Câmara de Évora incentiva pais e alunos a entregarem livros escolares usados que já não necessitem e a trocá-los pelos manuais do novo ano letivo.

Criado em julho de 2012, o Banco de Manuais Escolares disponibiliza manuais, desde o 5.º ao 12.º ano de escolaridade, a jovens de Évora que estudem numa escola do concelho.

O projeto, segundo o município, pretende facilitar o estudo e promover o sucesso escolar, apoiar as famílias ao diminuir os seus encargos com as despesas escolares e promover comportamentos ecológicos e atitudes de cooperação e solidariedade.

Os livros usados devem ser entregues no Ponto Jovem da câmara, situado no centro histórico da cidade, mas também noutros pontos de recolha, localizados em entidades ou instituições que colaboram no projeto.

Já os alunos, pais ou encarregados de educação que pretendam ter acesso aos manuais escolares usados devem deslocar-se ao Ponto Jovem e preencher uma ficha de requisição.

Este ano, para incentivar a doação de livros, a Câmara de Évora lançou a campanha "Dar e Receber", em que livros doados na bilheteira das piscinas municipais dão direito a entradas gratuitas no espaço.

Segundo o município, a iniciativa destina-se a jovens, entre os 11 e os 21 anos, que se disponibilizem a oferecer, no mínimo, três livros escolares, editados entre 2010 e 2015 e utilizados numa escola do concelho.

Quanto aos livros mais antigos e que já não estão em vigor nos estabelecimentos de ensino, a câmara realça que os entrega ao Banco Alimentar Contra a Fome de Évora, no âmbito da campanha "Papel por Alimentos".

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários