APAV alerta para violência sobre pessoas idosas

Estatística revela a urgência de uma campanha de sensibilização

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) lançou uma Campanha de Prevenção e Sensibilização Pública sobre a Violência contra as Pessoas Idosas, enquadrada no projecto Títono – Apoio a Pessoas Idosas Vítimas de Crime e de Violência.
Esta campanha tem como objectivo primordial alertar para a violência contra as pessoas idosas como problema social grave, com as suas manifestações dando exemplos de crimes praticados, através da produção de diferentes materiais e acções de divulgação e de sensibilização pública e que contará com a colaboração de diferentes órgãos da comunicação social.
Para João Lázaro, director executivo da APAV, “esta campanha tem uma vertente pedagógica junto dos diferentes agentes que lidam com este fenómeno diariamente e junto da sociedade em geral, de forma a alcançarmos uma consciencialização e controlo social que permitam um decréscimo efectivo do número de crimes perpetrados sobre os idosos”.
A APAV vai ainda publicar dois manuais: o Manual de Atendimento de Pessoas Idosas Vitimas de Crime, composto por duas partes fundamentais - por um lado, a compreensão deste fenómeno, por outro a apresentação de estratégias de intervenção com pessoas vítimas de crime; e o Manual Pedagógico para o desenvolvimento de cursos de formação e de acções de sensibilização sobre a Violência Contra as Pessoas Idosas aplicável a diferentes contextos.
De referir ainda que estatisticamente, em 2009, 639 pessoas idosas foram vítimas de violência, ou seja, cerca de 13 por semana (em média, duas por dia).
Outro facto importante é que os filhos constituem a maioria dos agressores (37,2%) dos progenitores, com um perfil maioritariamente masculino (69,6%) e com idades compreendidas entre os 36 e os 64 anos (30%).
8 de Outubro de 2010 Veja ainda:
Imigração coloca desafios à educação
Actividades extra curriculares
Crianças criativas?
Prepare a sua casa para a curiosidade do bebé
Mamãs... Todas diferentes

Comentários