Análise à urina de crianças pode identificar risco de hipertensão arterial

A pressão arterial elevada não é uma doença exclusiva de adultos.

A medição de sódio na urina de uma criança pode ajudar os médicos a identificar as pessoas em risco de ter pressão alta mais tarde na vida, de acordo com um estudo apresentado pela Associação Americana de Cardiologia.

 

Num pequeno estudo, os investigadores utilizaram um novo protocolo para despistar rapidamente 19 crianças entre os 10 e os 19 anos de idade. A equipa descobriu que dos oito que retinham sódio, sete apresentavam pressão arterial elevada.

 

A incapacidade de o organismo excretar corretamente sódio pode ocorrer durante períodos de stress, tais como quando as crianças ficam nervosas quando estão à espera num consultório médico. Assim, foi pedido às crianças que providenciassem uma amostra de urina antes e depois da visita ao médico.

 

A retenção de sódio aumenta a quantidade de fluido nos vasos sanguíneos, o que pode afetar a pressão arterial. A pressão arterial elevada pode desenvolver-se ao longo do tempo se o corpo não consegue regular adequadamente o sódio, e é um sério fator de risco para doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais.

 

«A hipertensão arterial deixou de ser uma doença exclusivamente de adultos», disse Gregory Harshfield, investigador sénior. «Os resultados deste teste também podem fornecer informações úteis que podem ajudar os pediatras a gerirem e a tratarem melhor a hipertensão nos seus jovens doentes», concluiu.

 

 

MJ Pratt

artigo do parceiro:

Comentários