Academia de desporto quer combater abandono desportivo de jovens em Coimbra

Projeto vai abrir o prazo de pré-inscrições destinadas a jovens a partir dos 12 anos

A academia de desporto Coimbra Sports Academy, que inicia a sua atividade no próximo ano letivo, pretende combater o insucesso e o abandono desportivo de jovens atletas, com turmas na Escola José Falcão que terão horários especiais.

 

A academia, que será uma cooperativa de ensino sem fins lucrativos, pretende "criar as condições necessárias para que jovens apontados como potenciais atletas de alto rendimento, possam ter uma carreira", referiu o diretor-geral da Coimbra Sports Academy, Miguel Oliveira.

 

Neste primeiro ano, a academia terá três turmas de jovens atletas na Escola José Falcão - 8.º, 9.º e 10.º -, com o horário específico de aulas das 10:35 até às 16:25, permitindo que estes possam ter dois treinos, um de manhã e outro à tarde, em "horários normais", sublinhou Miguel Oliveira.

 

"De momento, os jovens teriam de ter treinos a horas extremamente madrugadoras e depois novamente ao final do dia até às 21:00. Isso é uma situação potenciadora de abandono e insucesso", frisou Miguel Oliveira, referindo que esse é "um problema de formação" em Portugal, levando a que o jovem, "ao longo de cinco ou seis anos, durma horas a menos regularmente".

 

A chave, segundo o diretor-geral, "é a distribuição do horário para que os jovens possam dedicar o tempo ao treino e à escola e ainda dormirem as oito horas necessárias por dia" para que possam atingir "os mais altos níveis de performance, seja a nível desportivo ou escolar".

 

Na fase inicial, haverá um acompanhamento do Comité Olímpico de Portugal para perceber que "soluções e estratégias se podem encontrar para a preparação das equipas olímpicas" e apontar "possíveis deficiências" do projeto, informou o também professor da Faculdade de Desporto da Universidade de Coimbra, considerando que é entre os 15 e os 17 anos que "se observa o abandono dos atletas".

 

Além das turmas específicas para jovens atletas, o contrato de autonomia da Escola José Falcão permite que jovens de outros anos integrem a Coimbra Sports Academy, podendo estar inseridos em diferentes turmas nessa mesma escola, para conseguirem ter um horário "adequado à prática desportiva", avançou.

 

A Coimbra Sports Academy, que prevê receber até 60 jovens atletas, terá um gabinete na Escola José Falcão, utilizando as diferentes infraestruturas desportivas da cidade para o treino dos jovens atletas, a partir de parcerias com federações desportivas e entidades de Coimbra.

 

A academia terá técnicos que "trabalham em exclusivo para a academia e outros com as federações desportivas", tendo disponíveis oito modalidades individuais olímpicas: atletismo, natação, remo, judo, badminton, ginástica, ténis e canoagem.

 

O projeto vai abrir o prazo de pré-inscrições a 08 de junho, destinadas a jovens a partir dos 12 anos, no mesmo dia em que a academia é apresentada no Hotel D. Inês, em Coimbra, às 14:30.

 

De acordo com Miguel Oliveira, a Coimbra Sports Academy pretende também apoiar estudantes do ensino superior, querendo ser um espaço "onde jovens que vêm para Coimbra possam continuar a evoluir".

 

Por Lusa

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários