Um aliado chamado iodo

Saiba porque o deve consumir durante a gravidez

O iodo, um micronutriente essencial presente alimentos como o leite, o ovo, o queijo e o bacalhau, contribui para a maturação do sistema nervoso do bebé e para o seu desenvolvimento adequado.

 

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda a toma diária de 150 a 200 microgramas de iodo, sob supervisão médica.

 

A mulheres que estão a tentar engravidar, durante toda a gravidez e aleitamento materno exclusivo, deve ser prescrito um medicamento de iodeto de potássio na dose adequada.

 

Em grávidas e mulheres a amamentar com indicação para suplementos vitamínicos (como casos de gestação múltipla e vegetarianas), o iodo dos suplementos deve ser contabilizado na dose recomendada.

 

Para uma ingestão apropriada de iodo há que assegurar uma alimentação variada, incluindo peixe, leguminosas e hortícolas, leite e produtos lácteos. É recomendável a susbtituição de sal comum por sal iodado. As embalagens de iodeto de potássio com 50 comprimidos estão sujeitas a receita médica e não são comparticipadas.

artigo do parceiro:

Comentários