Teste de gravidez: a qual é que deve recorrer?

Quais os tipos de testes que há? Quais as diferenças? Quais os resultados? Saiba tudo o que precisa para ter a certeza se está grávida ou não

Tudo parece começar com um atraso menstrual, mas a grande maioria das mulheres sente diferentes alterações ainda antes do atraso. Tais como: dores nos seios, escurecimento da aréola, sonolência, inchaço, alterações de humor ou enjoos.

Quando a dúvida se instala, as mulheres não tardam a recorrer a um teste de gravidez. Além dos testes de farmácia e exames de sangue, existem ainda os testes caseiros. Descubra tudo!
Teste de gravidez caseiro – Muitas mulheres recorrem a um destes testes antes de optar pelos testes da farmácia ou a análise do sangue:

Teste da fervura da urina – consiste em ferver a urina numa panela de alumínio. Se a urina ficar com uma “nata”, tal como o leite, então o resultado é positivo. Se a urina ficar apenas a borbulhar, tal como a água, então o resultado é negativo

Teste da lixívia – este teste é muito simples, basta urinar para um recipiente e adicionar lixívia. Se a urina efervescer ou mudar de cor o resultado é positivo, caso não aconteça nenhuma alteração o resultado é negativo.

Teste da agulha – tal como os anteriores, o primeiro passo é urinar para um recipiente, de seguida deve colocar uma agulha dentro dele e fechar o recipiente. Depois de esperar oito horas destape e observe a agulha, se ela tiver mudado de cor então o resultado é positivo, se a agulha se mantiver igual ao início, então o resultado é negativo.

Teste do cloro – coloque a urina num copo descartável e junte cloro. Se ela ficar escura o resultado é positivo, se não houver alterações, o resultado é negativo.

Comentários