Secura Vaginal

O inimigo nº 1 para quem está a tentar ter um bebé

Muitas mulheres queixam-se frequentemente de secura vaginal quando estão a tentar ter um bebé. Esta situação, para além de incómoda, pode afetar em muito a vida sexual do casal tornando a relação dolorosa e consequentemente insatisfatória para ambos.

 

Para além da idade – cada vez mais mulheres adiam a decisão da maternidade - e alguns tipos de medicação, um dos factores associados à secura vaginal é o stress e a ansiedade de engravidar de imediato. Por isso, é muito importante que o casal tente lidar naturalmente com o ritmo do seu organismo e crie alternativas saudáveis para fugir à pressão do “agendamento de relações sexuais”, que acabam com qualquer romantismo entre o casal.

 

Nesta fase de planeamento da maternidade é muito importante estar e sentirmo-nos saudáveis, não só física como psicologicamente. Para tal, precisa de se livrar de todos os factores que lhe podem stressar ainda mais e encontrar alternativas que a façam descontrair: experimente um pouco de yoga, meditação, caminhadas. No foro íntimo, tente apimentar um pouco mais a sua relação.

 

Curiosamente, quanto mais satisfatório o acto sexual for para o parceiro, mais saudáveis e “melhores nadadores” serão os espermatozóides, aumentando assim a probabilidade de estes chegarem saudáveis ao óvulo e haver concepção.

 

Para contrariar a secura vaginal, aconselha-se também a utilização de um lubrificante não espermicida, de pH e osmolaridade equilibrados que ajudem o espermatozóide quer na sua mobilidade, como a aumentar as suas hipóteses de sobrevivência.

 

A escolha de um lubrificante é extremamente importante, pois a maioria dos que se encontram disponíveis no mercado são nocivos para o esperma e podem mesmo danificar o espermatozóide e criar uma barreira para que estes não consigam chegar ao óvulo.

 

Assim, para que o espermatozóide consiga sobreviver e migrar até ao óvulo, este precisa de se encontrar num ambiente considerado ideal. A Organização Mundial da Saúde considera que a condição ideal para a sobrevivência e migração do espermatozóide no muco cervical fértil exige um pH de 7,0 a 8,5 e uma solução isotónica.

 

Muitas mulheres que desejam engravidar tentem a mergulhar no universo dos fóruns e blogs. Aproveite essa ferramenta, faça questões e siga a experiência de outras mulheres que já passaram pela mesma situação e verá que não está sozinha!

 

Mais, deixe a vergonha de lado e faça do seu farmacêutico o seu conselheiro, peça-lhe dicas e pergunte quais os produtos mais aconselhados para a ajudar a ultrapassar esta situação tão incómoda.

 

Mas lembre-se, em caso de secura vaginal, utilize sempre durante a ovulação um lubrificante amigo do espermatozóide que crie o ambiente ideal para a sua mobilidade e sobrevivência. Irá de certeza aumentar as suas hipóteses de cumprir o sonho da maternidade.

 

conceive plus

Comentários