Regras de segurança na condução e viagens para grávidas

Posso conduzir durante toda a gravidez? Como devo colocar o cinto de segurança? Que cuidados devo ter se quiser viajar? Esclareça todas as dúvidas

De acordo com dados da CirculaSeguro.pt, entre 2% a 3% das mulheres grávidas vêem-se envolvidas num acidente durante a gravidez. Apesar da condução não estar proibida a mulheres grávidas, há alguns cuidados aos quais deve ter atenção quando entra no carro.

Dicas de segurança na condução:

1. Deve utilizar sempre o cinto de segurança, a não ser que o médico tenha aconselhado explicitamente outra alternativa. O cinto superior deve passar entre o peito e ficar de lado na barriga e o cinto inferior tão baixa quanto for possível, evitando a pressão direta sobre o abdómen. Se este ajuste causar incómodo, existem no mercado dispositivos de retenção do cinto de segurança que evitam a sua deslocação. Deve usar sempre o cinto de 3 pontos. O de 2 pontos, geralmente usada na parte detrás do carro na posição ao meio, é mais perigoso para a grávida e bebé.

2. O airbag não representa perigo, visto que dispara para a zona da cabeça e peito. Mas deve estar a uma distância mínima entre 20 a 25 centímetros

3. Ajuste o banco do condutor tendo em conta o tamanho da barriga.

4. Alguns especialistas aconselham que o volante esteja na posição mais elevada possível, de forma a desviá-lo o mais possível do bebé. A distância mínima geralmente indicada é de 20 centímetros entre a barriga e o volante. Tente ainda ficar com um ângulo de 90 graus entre as pernas e a coluna.

5. É aconselhável que as grávidas não conduzam por um período superior a duas horas seguidas. E, mesmo assim, deverá fazer pausas. A condução prolongada pode provocar hipoglicémia, stress e inchaço nas pernas.

6. Sempre que a grávida for transportada num carro, deve fazê-lo na parte detrás onde há um risco menor de lesões em caso de acidente.

7. Se ocorrer um imprevisto no carro, a grávida não deve fazer esforços. Por exemplo, no caso de um pneu furado. Peça ajuda.

8. Nunca coloque toalhas ou almofadas entre o cinto e o corpo.

Dicas de segurança em viagem:

1. Sempre que for fazer uma viagem, tenha em conta a duração da mesma, o local escolhido e a altura da gravidez em que se encontra. O segundo trimestre é o mais seguro para uma saída de casa. O primeiro trimestre apresenta riscos devido à possibilidade de aborto, e o último trimestre devido ao risco de parto prematuro.

2. Consulte sempre o seu médico antes de viajar. Cada gravidez é diferente e deve saber os riscos que corre e precauções a tomar.

3. De acordo com a Associação Portuguesa de Segurança Infantil (APSI), no final da gravidez não são aconselhadas as viagens muito longas.

4. O comboio pode ser uma opção confortável para a grávida viajar, visto que é estável e tem espaço para se movimentar.

5. Se for viajar de avião, deve ter em conta que geralmente as companhias aéreas permitem o transporte de grávidas até às 36 semanas ou em gravidezes de gémeos até às 32 semanas.

6. Quando for viajar, seja qual o meio de transporte, deve levar sempre consigo água, alimentos como pão ou fruta, no caso de não ser possível fazer uma paragem.

7. Em viagem, não deve conter as idas à casa de banho para evitar infeções urinárias.

8. Se viajar de avião, nunca se deve descalçar. E usar roupa confortável e fresca no verão.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários