O que dizem as mães sobre o parto

Testemunhos reais que a podem ajudar

Porque os partos não são todos iguais, a opinião das mães também não é. Depende da experiência.

 

Se está grávida, já lhe devem ter ocorrido dúvidas sobre se deve optar por cesariana ou parte normal, se deve ou não recorrer à epidural e em que consiste a recuperação pós-parto.

 

Leia os testemunhos que se seguem, que certamente irão ajudá-la a tomar certas decisões.

 

Cesariana versus parto natural

 

- Cesariana

 

«Tranquilizou-me o facto de ir para o parto com data e hora marcada ou ter a minha médica a acompanhar-me e de não sofrer com dores repentinas e inesperadas», conta Andreia, 32 anos.

 

- Parto natural

 

«Em relação à minha irmã, que fez cesariana, eu recuperei muito mais rapidamente do parto natural e sentia-me capaz de cuidar do meu bebé logo após o nascimento», testemunha Maria, 39 anos.

 

Com ou sem epidural

 

- Com epidural

 

«Levei três doses de epidural. Foi a melhor coisa que podiam ter inventado!», explica Vera, 35 anos

 

- Sem epidural 

 

«Eu receava tanto o parto como a própria epidural. Felizmente, fiz a dilatação muito rapidamente e não precisei da anestesia. O desconforto foi muito inferior ao que eu imaginei», afirma Marisa, 28 anos.

 

Recuperação pós-parto


- Foi fácil


«Com o bebé nunca paramos. Ao fim de um ano já tinha recuperado o peso e, hoje, gosto mais do meu corpo do que antes de ter sido mãe», conta Joana, 34 anos.

 

- Foi difícil


«O meu filho já tem dois anos e eu ainda estou a tentar voltar aos meus 60 kg de antigamente. Talvez nunca mais os venha a recuperar», refere Rita, 35 anos.


artigo do parceiro:

Comentários