O cancro explicado às crianças - a Leucemia

A Leucemia deve-se a uma alteração no desenvolvimento das células da medula óssea (um tecido vermelho esponjoso que existe dentro dos grandes ossos) as quais produzem as células presentes no sangue: glóbulos brancos ou leucócitos, glóbulos vermelhos ou eritrócitos e plaquetas

A Leucemia é o nome dado ao grupo de células doentes que vão aparecer no teu sangue. O sangue é o líquido vermelho que tens dentro de ti e que é formado por muitas células boas que realizam tarefas importantes para que tu tenhas sempre saúde.

Quando as células doentes afectam as células boas do teu sangue, poderás sentir-te fraco, com dor de cabeça e febre. Também podes sentir dores no corpo, perder peso e, ainda, algumas partes do teu corpo podem ficar um pouco inchadas.

A Leucemia deve-se, assim, a uma alteração no desenvolvimento das células da medula óssea (um tecido vermelho esponjoso que existe dentro dos grandes ossos) as quais produzem as células presentes no sangue: glóbulos brancos ou leucócitos, glóbulos vermelhos ou eritrócitos e plaquetas.

Os glóbulos brancos (linfócitos e mielócitos saudáveis) são muito importantes no combate às infecções mas quando estão doentes não funcionam de forma normal e crescem demasiado na medula óssea, impedindo a produção das células normais e podendo invadir outros órgãos e tecidos (gânglios linfáticos, fígado, baço, sistema nervoso central, testículos e pele).

Quando os glóbulos imaturos são os linfócitos (linfoblastos) trata-se de uma Leucemia Linfoblástica Aguda (LLA), a doença oncológica mais frequente na criança, e quando são os mielócitos (mieloblastos) estamos perante uma Leucemia Mieloblástica Aguda (LMA).

Conteúdo retirado do portal PIPOP (www.pipop.info), um projecto da Fundação Rui Osório de Castro (www.froc.pt)

artigo do parceiro:

Comentários