Emagrecer em família

Todas as coisas que deve fazer para motivar miúdos e graúdos

Eliminar os quilos a mais em família é mais divertido... e eficaz! Quem o garante é a fisiologista do controlo de peso Teresa Branco, que já ajudou mais de 1.000 pessoas a gerir o seu peso.

Começou por fazê-lo na Faculdade de Motricidade Humana e mais tarde na Metabólica, clínica que criou.

 

É lá que desenvolve diferentes programas de gestão de peso, onde já participaram quase 600 pessoas, a quem a especialista telefona todos os anos. O balanço é positivo. «São muito poucas as que retomam o peso. Há tendência para aumentar um ou dois quilos após o programa, o que é normal, mas muitas delas mantêm o peso e algumas até estão mais magras», refere.

Foi também a ela que a apresentadora de televisão e atriz Catarina Furtado recorreu para recuperar a forma depois da gravidez do primeiro filho. Saiba mais pormenores aqui. Um dos trabalhos mais gratificantes que desenvolve é, no entanto, o Programa Peso Saudável em Família, como explicou em entrevista à Saber Viver.

Qual a vantagem do controlo de peso ser feito em família?

O envolvimento de todos é muito importante nesta questão do excesso de peso. Especialmente para as crianças seria muito difícil perderem peso, se os pais não estivessem envolvidos, uma vez que não são elas que vão às compras ou que escolhem as suas refeições. Além disso, muitas vezes, todos os membros da família necessitam de perder peso ou de ter um estilo de vida mais saudável.

Em que consiste o Programa Peso Saudável em Família?

Trata-se de um conjunto de consultas individuais de fisiologia, nas quais é feita uma avaliação da composição corporal de cada elemento para se perceber qual o excesso de peso e qual a atividade física que cada um deve realizar. Além disso, inclui consultas de nutrição, onde cada elemento tem acesso ao seu plano alimentar, bem como consultas de psicologia para os elementos que necessitem. Uma vez por mês são feitas sessões lúdicas com toda a família.

O que acontece nessas sessões?

São aulas muito práticas em que, de uma forma muito lúdica, a família cozinha, faz exercício físico e aprende o que é uma alimentação e um estilo de vida saudáveis.

Qual a importância do acompanhamento ser feito por diferentes especialistas?

É fundamental. Atualmente sabe-se que a obesidade é uma doença comportamental pelo que a intervenção de um psicólogo é fundamental. No entanto, não é este especialista quem define o plano alimentar.

Para fazer esse trabalho, é preciso haver um nutricionista. Por outro lado, tem de haver um fisiologista que avalie a composição corporal e estipule a atividade física certa para mais facilmente se obterem os resultados pretendidos.

Comentários