Cuidados a ter com a criança com cancro

As crianças com cancro necessitam de alguns cuidados especiais não só ao nível da alimentação, mas também em relação à higiene (com especial atenção aos dispositivos introduzidos no corpo)

Higiene do Corpo
Os pais de uma criança com cancro precisam ter um cuidado redobrado relativamente às condições de higiene pois a doença e os tratamentos realizados fazem com que o sistema imunitário (de defesa) da criança fique debilitado.

Assim, aconselha-se que a criança doente tome banho todos os dias e que lave as mãos com sabão neutro frequentemente, tendo especial atenção à limpeza dos espaços entre os dedos. É importante que as unhas estejam sempre curtas para evitar a acumulação de bactérias.

O Banho
O banho revela-se uma parte importante nos tratamentos pois, para além da higiene ser fundamental, é uma forma da criança relaxar e de proporcionar um momento de conforto e não de dor.

Se a criança estiver a tomar medicação para as dores, o banho deve ser dado uma hora após a medicação para que a criança se sinta mais confortável. Mesmo que esteja acamada, a criança deve ser submetida a um banho parcial ou total diário. Nas situações de banho parcial é necessário lavar o rosto, as axilas, as costas, as mãos e os órgãos genitais.A mudança da água durante o banho pode ser feita as vezes que forem necessárias garantindo que esta se mantém sempre limpa e quente.

Higiene Oral
Relativamente à higiene oral é importante ter em mente alguns cuidados essenciais com a boca, língua e dentes. É sempre indicada a lavagem dos dentes ao fim de cada refeição e antes da criança se deitar.

A escova usada deve ser suave e adaptada ao tamanho da sua boca. Caso o seu filho tenha desenvolvido mucosite (uma inflamação que provoca ferimentos na boca e no sistema digestivo), ou apresente os níveis de plaquetas e glóbulos brancos baixos, a escova deve ser ultra-macia ou do tipo pós-operatória (encontra-se à venda nas farmácias). Antes da lavagem, a escova pode tornar-se ainda mais macia se for molhada com água tépida.

Se a criança não conseguir lavar os dentes com dentífricos devido ao ardor que as pastas podem provocar, a higiene bucal deverá ser realizada apenas com a escova húmida e com bochechos de uma solução de água com sal ou bicarbonato. Nessas situações, a solução é feita através da mistura de uma colher de chá de sal num litro de água ou de uma colher de chá de bicarbonato num copo com água.O dentífrico deverá ter baixo teor de flúor no caso de crianças com idade inferior a seis anos. Após cada lavagem de dentes, a escova deve ser submersa durante alguns minutos numa solução com clorexidina e com acção antimicrobiana (pode ser adquirida em farmácias), ser seca logo de seguida e guardada em local limpo.

Para prevenir o aparecimento de feridas nos lábios é importante aplicar com frequência creme hidratante ou vaselina. Se ainda assim surgirem feridas, aplique nos lábios ou língua soluto de eosina e/ou xarope de vitamina B para ajudar na cicatrização.

Saiba mais em PIPOP - Portal de Informação Português de Oncologia Pediátrica

Projecto da Fundação Rui Osório de Castro

artigo do parceiro:

Comentários