A leucemia

Este é o tipo de cancro mais frequente na infância, representando 30% das neoplasias da criança

O cancro pode surgir em qualquer parte do corpo embora, nas crianças, a doença afete sobretudo as células sanguíneas, as células cerebrais e as células do sistema músculo-esquelético.

 

Os tipos de cancro mais comuns em crianças são a Leucemia (afeta os glóbulos brancos do sangue), os tumores no Sistema Nervoso Central, os Neuroblastomas (a partir do sistema nervoso simpático, tem localização variada) e os Linfomas (afetam o sistema linfático). É também comum na idade pediátrica o tumor de Wilms (tumor renal), o Retinoblastoma (tumor do globo ocular), o Osteossarcoma (tumor ósseo) e os Sarcomas (tumores dos tecidos moles).

 

A Leucemia

 

A Leucemia é o tipo de cancro mais frequente na infância, representando 30% das neoplasias da criança. A doença resulta da proliferação anormal de glóbulos brancos na medula óssea, local onde são produzidas as células do sangue. As células doentes, designadas por células leucémicas ou blastos, passam, na maior parte dos casos, para a corrente sanguínea. A multiplicação das células leucémicas impede a medula óssea de produzir as células normais: glóbulos brancos, eritrócitos e plaquetas.

 

A Leucemia assume diversos tipos, dependendo do grupo celular anormal em multiplicação. Cada tipo tem prognóstico e terapêuticas diferentes:

 

Leucemia linfóide aguda (leucemia linfoblástica aguda): A mais comum entre as crianças, com um pico de incidência entre os 2 e os 5 anos. Caracteriza-se pela produção maligna de linfócitos (tipo de glóbulos brancos) imaturos que impedem a medula óssea de produzir os elementos normais do sangue

 

Leucemia mielóide aguda (leucemia mieloblástica aguda): Tem a sua origem na linha mielóide dos glóbulos brancos. Este é um tipo de leucemia que afeta mais os adultos e, em menor percentagem, as crianças.

 

Leucemia mielóide crónica: Rara na infância. Está associada a uma alteração citogenética (anomalias no cromossoma) que permite tratamento específico.

 

Os sinais e sintomas da leucemia são diversos e dependem de cada criança, sendo os mais frequentes:

 

•    Febres e/ou suores;
•    Infeções frequentes;
•    Fraqueza ou cansaço;
•    Dor de cabeça persistente;
•    Hematomas e outras hemorragias;
•    Dores ósseas e articulares;
•    Aumento do volume do baço e/ou do fígado (esplenomegalia e/ou hepatomegalia);
•    Gânglios inchados (pescoço e axilas);
•    Perda de peso e/ou apetite

 

Saiba mais no Portal de Informação Português de Oncologia Pediátrica

Comentários