5 regras essenciais para educar bem os seus filhos

Não existem fórmulas mágicas mas existem estratégias e conselhos que os pais devem (mesmo) seguir para transformar pequenos diabinhos em anjinhos bem comportados

scold

Têm muitas vezes cara de anjinhos mas transformam-se em pequenos diabinhos enquanto o Diabo esfrega um olho, como diziam os mais antigos. Não se pode, por isso, facilitar muito. Não existem fórmulas mágicas para educar os filhos nem manuais de instruções para os formatar mas existem algumas regras que os pais devem tendencialmente seguir. É, de um modo geral, consensual entre os especialistas desta área que os progenitores e os educadores assumem um papel preponderante neste processo.

Estas são algumas das normas que devem ser introduzidas e aplicadas no dia a dia dos mais pequenos:

1. Não seja demasiado autoritário nem demasiado permissivo. Equilíbrio é a palavra-chave. A disciplina consiste em 90% de prevenção e 10% de punição.

2. Seja consistente na educação que dá aos seus filhos. Utilize uma linguagem afirmativa, positiva e construtiva e seja um exemplo para eles. O que faz é mais importante do que o que diz e é preciso ter sempre em conta que, além de serem bons observadores, os mais pequenos tendem sempre a imitar os adultos.

3. Imponha limites e faça com que sejam cumpridos. Ninguém nasce ensinado mas exerça a sua autoridade de modo a que a criança se sinta independente dentro dos limites estabelecidos.

4. As crianças devem aprender com as consequências das suas atitudes. Por exemplo, se desarrumam todos os seus brinquedos devem ser elas próprias a arrumar tudo quando terminam de brincar.

5. Dar atenção, encorajar e elogiar o bom comportamento são a melhor forma de prevenir birras. Use estes métodos no seu dia a dia para promover o melhor desenvolvimento interpessoal, social, educacional e civilizacional do seu filho.

artigo do parceiro:

Comentários