SOS picada

Salvaguarde a pele do seu filho em caso de ataque

Para evitar que os insetos piquem o seu filho, use repelente.

Para que ele tenha uma noite mais tranquila, ponha-o diretamente na cama e em todos os cantos escuros do quarto, em vez de o aplicar na criança.

 

Para saber mais sobre a prevenção deste tipo de picadas, clique aqui


Melgas e mosquitos
Como evitar: Use repelente roll on ou um difusor. Também pode recorrer a redes. Deve cobrir o corpo e evitar perfumes.
O que fazer: Com reação cutânea, deve usar gelo ou um anti-histamínico em gel. No caso de muitas picadas, um banho frio e um creme com cortisona (sob supervisão médica) são uma das melhores opções.
O que não fazer: Espremer, coçar (corte as unhas rentes aos seus filhos) ou mexer.
Esteja atento a: Picadas infetadas.


Abelhas e vespas
Como evitar: Evite abelhas e vespas e não as incomode. Não deixe o seu filho brincar junto a canteiros de flores ou espaços onde elas abundem.
O que fazer: Deve raspar de imediato a picada, aplicar gelo e um anti-histamínico em gel.
O que não fazer: Espremer, pois pode espalhar o veneno.
Esteja atento a: Dificuldades respiratórias ou inchaço (ligue para o 112)


Peixe-aranha e alforreca
Como evitar: Use sandálias para evitar as picadas.
O que fazer: Em caso de picada, deve, de imediato, ir ter com banheiro, a aplicar spray anti-dor ou gelo e cortisona local.
O que não fazer: Espremer.
Esteja atento a: Reações alérgicas e dificuldade respiratória.


Ácaros
Como evitar: Aspire e lave o seu quarto. Deve hidratar muito bem a pele.
O que fazer: Reforçar a hidratação da pele.
O que não fazer: Colocar cortinados e tapetes espessos, peluches ou livros no quarto.

 

Texto: Joana Andrade com Vasco Sousa Coutinho (dermatologista pediátrico)

artigo do parceiro:

Comentários