Os cuidados a ter para que os bebés recém-nascidos durmam mais e melhor

Estabelecer um padrão de sono é essencial. A enfermeira especialista em saúde infantil e pediátrica Ana Isabel Ventura indica estratégias que ajudam a regular o sono das crianças nesta fase

Na hora em que o bebé se prepara para dormir, deve proporcionar-lhe o ambiente ideal para um sono tranquilo. «Durante os primeiros dias, os bebés acordam muito frequentemente, porque ainda não têm um padrão de sono estabelecido», explicou  publicamente Ana Isabel Ventura, enfermeira especialista em saúde infantil e pediátrica, durante o painel formativo que presidiu numa conferência sobre cuidados pediátricos, realizada pela Cuidar +.

É então importante criar um ambiente favorável para que o bebé organize os seus horários de sono. Estes são os cuidados a ter para o conseguir:

- Em casa, mantenha a luz natural do dia para que o bebé perceba que é de dia.

- À noite, o ambiente deve ser tranquilo e deve de haver pouca luminosidade. Se o seu bebé acordar durante a noite, evite acender as luzes e realizar tarefas que o entretenham, ele deve perceber que é de noite e que deve continuar a dormir.

- É importante que o bebé durma sempre no seu berço. Não caia na tentação de o colocar a dormir na sua cama, pois promove o risco de asfixia e de queda. «Poderá fazê-lo uma vez ou outra, mas por um curto período de tempo e atendendo sempre à segurança do bebé», alerta a enfermeira.

5 regras para um sono (mais) tranquilo

1. Deite o seu bebé de costas

Dormir de lado não é tão seguro porque o bebé pode facilmente virar-se e ficar de barriga para baixo, uma posição
desaconselhada que favorece o risco de morte súbita infantil.

2. Alterne a sua posição ao longo do tempo

O intuito é evitar posições viciosas, difíceis de corrigir mais tarde. «Experimente colocar o seu bebé de lado entre duas almofadas para evitar que ele rode e fique de barriga para baixo», recomenda a enfermeira Ana Isabel Ventura.

3. Não o deixe adormecer com fraldas de pano

Apesar de haver quem as prefira, estas podem cair sobre o rosto e colocar o bebé em risco de asfixia.

4. Vista o bebé com roupas leves

Evitam o sobreaquecimento.

5. Não fume no ambiente do bebé

Está comprovado que ambientes com fumo de tabaco aumentam o risco de morte súbita infantil.

O uso de chucha é de evitar?

Estudos científicos já comprovaram que o uso da chucha favorece uma respiração mais regular e ritmada, desde que o bebé esteja bem adaptado à mama. Alguns especialistas defendem que a chucha é um elemento importante para organização neurosensorial do bebé.

Texto: Sofia Cardoso com Ana Isabel Ventura (enfermeira especialista em saúde infantil e pediátrica)

artigo do parceiro:

Comentários