Guia prático para escolher onde deixar o seu bebé

Veja as nossas sugestões e todos os pontos positivos e negativos entre escolher uma creche, os avós ou uma baby sitter para tratar do seu bebé.

Após os primeiros meses passados com o seu bebé, é normal que tenha pena de o deixar para voltar a trabalhar, mas infelizmente tem de ser e por é necessário arranjar uma solução. Esta passa por contar com os avós, arranjar uma baby sitter ou simplesmente pô-lo numa creche.

A primeira normalmente é sempre a mais cómoda, mas existem situações em que os avós, ou não se encontram tão perto de si, ou não se encontram disponíveis durante essas situações. No que diz respeito à baby sitter é preciso que seja uma pessoa em que confie plenamente para cuidar do seu bebé e em relação à creche esta acaba por ser a mais escolhida pela maioria dos pais, até porque está preparada para receber crianças num ambiente que preenche a rotina dele e ainda o estimula e lhe dá atenção.

Mas lembre-se que se optar por o deixar na creche deve garantir que o seu filho seja bem tratado, pois vai ser nesta que ele irá passar a maior parte do seu dia. Por isso se ainda se encontra com dúvidas acerca deste assunto, descanse porque nós vamos ajudá-la.

No que diz respeito à creche e se é por este método que vai optar, saiba que existem muitos fatores a que deve ter em conta e um deles passa por saber quantas educadoras estão presentes na sala do seu filho, até porque quanto menos educadoras existirem mais difícil será a atenção dada a cada bebé por parte desta. Outro dos fatores é saber se na creche existem profissionais formados em pedagogia, ou seja, que percebam sobre o desenvolvimento das crianças e a importância que deve ser dada a alguns estímulos, afeto e também atenção nos primeiros anos de vida. Faça uma visita guiada pela creche para conseguir perceber se está tudo higienizado da melhor forma e se o ambiente em geral está preparado para receber crianças pequenas, como o cuidado com os móveis, as escadas e os brinquedos.

Converse com as educadoras e também com a diretora, conseguirá sentir se o ambiente é favorável ou não para o seu bebé e procure também referências falando com outras mães que tenham os seus filhos lá. Estas conversas são importantes porque permitem aos pais desenvolver uma relação de maior confiança com o local onde o seu bebé irá ficar. Se chegou a uma conclusão positiva, está na hora de parar e deixar o seu filho lá, mas lembre-se que se estiver insegura com o que está a acontecer ele também estará e será mais difícil conseguir adaptar-se a este novo ambiente.

Quando retomar o seu trabalho precisa de ter muita paciência no começo, porque sabe melhor do que ninguém que o seu bebé estava inteiramente acostumado consigo e agora é normal que tudo seja uma novidade para ele e por isso precisa de adaptar-se a pessoas novas, cheiros novos e como tal ao novo ambiente. O ideal é que antes de o deixar na creche, leve-o um dia consigo nem que seja uma horinha, para ele começar a habituar-se a passar tempo a brincar ali consigo e depois deixe-o só por uma hora para ver como ele reage e vá buscá-lo novamente. Isto vai permitir que se habitue com mais facilidade a esta nova etapa da sua vida.

Se não tem possibilidades de pagar uma creche privada, saiba que as públicas também podem ser uma alternativa, embora um dos contras seja a sua grande procura e por isso é mais frequente que algumas crianças não consigam entrar. Por isso é necessário que procure estas creches com algum tempo de antecedência, para conseguir inscrevê-lo a tempo.

Comentários