Biberões e tetinas: ao ritmo do bebé

Nos primeiros seis meses de vida a alimentação do bebé deve restringir-se apenas ao leite materno. Apenas em alguns casos e mediante o aconselhamento com o pediatra, o bebé pode ser alimentado, parcial ou totalmente, com leites infantis.
O biberão é um acessório importante, mas por vezes de díficil escolha. Antes de comprar saiba que:

– Os de vidro duram mais, embora se possam partir, enquanto os de plástico, apesar de mais resistentes à quebra , deterioram-se mais facilmente com a utilização;

– Os tamanhos são variados, com diferentes capacidades em função do volume de leite a dar ao bebé.

A escolha da tetina mais adequada, também é essencial e passa muito pelo conforto do bebé:

– As mais moles e flexíveis são de látex ou borracha, mas as mais resistentes e que melhor se lavam são as de silicone;

– A forma deve simular o mamilo, o que facilita a adaptação do bebé e interfere menos com a dentição;

– Devem conter uma válvula que regula o escoamento do leite e diminui a entrada de ar, para evitar cólicas;

– O fluxo deve ser, adequado à idade do bebé e às características do leite: inverta o biberão – se caírem algumas gotas, o fluxo está correto, se escorrer em fio o bebé pode engasgar-se. Por outro lado, caso o fluxo for muito lento o bebé vai cansar-se mais e pode até mamar menos.

Quando chegar a altura de escolher o biberão e tetina adequado conte com a ajuda do seu farmacêutico. Melhor que ninguém, ele sabe o que existe na farmácia e pode ajudar na escolha mais adequada.

Saiba mais em www.revistasauda.pt

artigo do parceiro:

Comentários