As primeiras palavras

Saiba quais as competências de linguagem do bebé entre o primeiro e o segundo ano de vida.

A terapeuta Paula Bravo dá as principais estratégias para os pais estimularem as competências dos seus bebés na primeira infância. Como explica, do primeiro ao segundo ano, o bebé mostra já uma compreensão aumentada de palavras e de frases, dentro ou fora de um contexto. Nesta etapa, o bebé compreende palavras referentes a familiares («pai», «mãe» e «avó»), a objetos («livro», «cadeira»), a partes do corpo («nariz», «barriga») e ações («dormir», «banho»).

 

A criança identifica imagens, presta atenção a novas imagens e, pouco a pouco, escuta pequenas histórias contadas, pelos pais, avós ou outro adulto. Usa uma cadeia de sons, todos pertencentes à sua língua materna, imitando a melodia e entoação de um verdadeiro discurso, claro que sem palavras ou com muito poucas palavras reconhecíveis.

 

Pode-se dizer que sabe a música do discurso, mas ainda não a letra. Usa onomatopeias (ão-ão, brrr); a mesma palavra pode servir para várias frases, por exemplo «bola» pode querer dizer «onde está a bola?», «olha a bola» ou «quero a bola»).

 

NOVAS REAÇÕES

O bebé combina palavras («mamã papa», «popó pai») e adquire cada vez mais vocabulário, tais como substantivos, verbos e até alguns adjetivos. «A criança vai começar a usar a comunicação para protestar, a fazer birras, a atirar?se para o chão, tudo isto significa que já tem intenções comunicativas», reforça. Logo, há que olhar de forma também positiva para este tipo de reações do bebé.

 

Ana Margarida Marques

 

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE LER:

As primeiras interações

As descobertas após o primeiro ano

As conquistas no segundo ano

artigo do parceiro:

Comentários