Zulmira apoia Jesualdo Ferreira

“Se ele se reformar abro uma garrafa de champanhe”, diz a mulher do ex-treinador do Sporting.

No momento em que Jesualdo Ferreira abandona o cargo de treinador do Sporting, sua mulher, Zulmira, acalenta o sonho de o ver passar à reforma.

“Se ele se reformar abro uma garrafa de champanhe e vamos viajar. Ele anda há três anos a prometer-me que se retira, vamos ver se é agora. Eu não acredito muito, mas vamos ver…”, afirmou a mulher do ex-técnico leonino nos bastidores da XVIII gala dos Globos de Ouro, no Coliseu de Lisboa.
 
Apesar do seu desejo de ter o marido mais tempo para si e para a família, Zulmira garante que não interfere nas decisões profissionais de Jesualdo: “Não tentei convencê-lo a ficar ou a sair (do Sporting). Ele tem de estar onde se sente bem, válido e realizado. Se achou que era altura de sair é porque era, de facto, o momento certo”.

Sobre o futuro, Zulmira Ferreira é perentória: “Preferia que ele não fosse para o estrangeiro. Gostaria que ficássemos aqui, em Portugal. Mas se a escolha for essa, vou apoiá-lo a 200 por cento, como sempre fiz. Acima de tudo, quero que ele esteja feliz”.

Comentários