Tribunal condena Diana Chaves

Atriz vai ter de pagar milhares de euros pelo apedrejamento de um carro.

O Tribunal de Guimarães condenou esta quarta-feira a atriz Diana Chaves ao pagamento de pesada multa pelo apedrejamento de um carro de Amâncio Mendes, ex-sócio do seu companheiro, César Peixoto.

Por tal “crime de dano”, Diana foi sentenciada com uma pena de 120 dias de multa, a 60 euros/dia, mais 500 euros por “danos morais”, o que perfaz 7. 700 euros.

Além disso, a atriz terá ainda de liquidar a taxa de justiça, no valor de 408 euros.

O Tribunal deu como provado que Diana Chaves atirou uma pedra da calçada contra um automóvel de Amâncio Mendes, na noite de 23 de abril de 2011, tendo partido o vidro e danificado as escovas do pára-brisas da viatura.

A atriz sustentou sempre que não fez “nada disso” e que nem sequer estava em Guimarães, local do crime, no dia indicado pela acusação.

Explicou, ainda, que a queixa de Amâncio Mendes era pura “vingança”, motivada por divergências resultantes de antigos negócios com César Peixoto – o futebolista que há anos vive com Diana.

Inconformada com a decisão do Tribunal de primeira instância, a atriz já fez saber que irá recorrer da sentença.

Comentários