Soraia Chaves leva fãs ao rubro

O último filme da escultural actriz é fogo! Só chega aos cinemas no dia 27, mas já se tornou um sucesso na Net...   

A escassas horas da antestreia, o filme "Call Girl", com Soraia Chaves, está a levar a blogosfera ao rubro. Excertos da película, mostrando a actriz em todo o seu esplendor, estão a circular na Internet - e fotos das cenas mais picantes ilustram já sites, blogs e chats dedicados ao tema.

O filme, assinado pelo realizador António-Pedro Vasconcelos, tem "antestreia VIP" marcada para hoje à noite, no Cinema São Jorge, em Lisboa, mas só chegará às salas de exibição pública no próximo dia 27 de Dezembro. Sem paciência para a espera, cibernautas mais empenhados estão a promover, por sua conta, as passagens mais sugestivas da película, em que "Maria" (Soraia Chaves), uma prostituta de luxo, seduz o autarca "Meireles" (Nicolau Breyner) e pretende levá-lo a favorecer uma multinacional com projectos no concelho.   Soraia, de resto, não tem dificuldade em levar a cabo a sedução: a actriz surge neste filme em plena forma - bela, sensual, provocante - e revelando grande naturalidade nas passagens mais ousadas. A película contém inúmeras cenas eróticas (uma delas com outra mulher) e várias de nudez e sexo. "A Soraia esteve muito à-vontade nas filmagens, é perfeita naquele papel e a câmara gosta dela", confirmou o realizador. A própria actriz reconheceu, em declarações aos jornalistas, que não foge aos papéis de mulher sensual. E confessou: "A nudez no cinema não me incomoda, não tenho qualquer pudor".

Impressionado com a ‘performance' de Soraia Chaves, o realizador António-Pedro Vasconcelos considera que a actriz, de 25 anos, tem uma carreira de nível internacional à sua frente. "Seria um crime ela não tentar alargar os seus horizontes profissionais a países com uma maior produção cinematográfica", disse Vasconcelos, que está já a pensar em fazer outro filme com Soraia - a história de uma ‘star' que se apaixona por um ‘paparazzo'.

Três actores compõem, com Soraia Chaves, o elenco principal de "Call Girl": Nicolau Breyner, Joaquim de Almeida e Ivo Canelas. No argumento, a actriz envolve-se sensualmente com todos - e até com Maria João Abreu, que aqui se revela também uma intérprete de grande fôlego.

Já no filme "O Crime do Padre Amaro" Soraia Chaves se tinha evidenciado pela naturalidade da representação de um papel de "femme fatale". Agora, depois de ter feito "Call Girl", Soraia prepara-se para rodar "A Arte de Roubar", do realizador LeonelVieira, em que vestirá a pele de uma pacata empregada de balcão. Mas ainda antes disso "Call Girl" será exibido na TVI, encerrando assim o ciclo da exibição comercial do filme, a que António-Pedro Vasconcelos vaticina um sucesso de bilheteira.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários