Sócrates nas bocas do mundo

Revelações do ex-primeiro-ministro provocam dilúvio de comentários nas redes sociais.

O ex-primeiro-ministro José Sócrates é um dos nomes mais badalados neste momento nas redes sociais, graças a uma explosiva entrevista que concedeu ao semanário “Expresso”.

Uns contra, outros a favor, como é costume, ninguém ficou indiferente a uma mão-cheia de revelações feitas pelo homem que chefiou o Governo socialista até junho de 2011 e que, depois, foi estudar para Paris.

Para quem não leu, aqui fica um apanhado de algumas das mais curiosas declarações de Sócrates à jornalista Clara Ferreira Alves:

DINHEIROS

. “Quando o meu avô morreu, a minha mãe herdou uma fortuna, muitos prédios, andares, que ainda hoje ela não sabe o que fazer com eles, quem tratava disso era o meu irmão.”

. “ Desde que saí de primeiro-ministro, nunca tive guarda-costas ou seguranças. Tenho o motorista da minha mãe. Fui o primeiro primeiro-ministro a acabar com a lei que dava a um primeiro-ministro com mais de quatro anos de cargo uma pensão vitalícia. Não recebo pensão. Não recebo nada do Estado português. Por isso trabalho para uma empresa privada.”

. “Em 1985, quando me casei, a minha mãe deu-me dinheiro para comprar a casa na rua Miguel Pais (em Lisboa). Quando nasceu o meu segundo filho, eram livros e fraldas a mais e decidi ir para uma casa maior. A da Heron Castilho. Vendi a minha casa, pedi dinheiro emprestado ao banco e comprei aquela.”

. “Quando perdi as eleições, telefonei à minha gerente de conta e pedi um empréstimo ao banco de 120 mil euros. Um ano (em Paris) sem nenhuma responsabilidade e levando um filho comigo. Gastei o dinheiro todo. Assim fui para Paris, em vez de, mais uma vez, pedir dinheiro emprestado à minha mãe.”

SANTANA LOPES

. “Um tal Santana Lopes (em 2005) montou uma campanha que começou por me fazer rir até perceber que era a sério, pessoal. Um dia vinha de Sintra e vi um cartaz com a minha cara e disse: não me lembro de ter mandado fazer este cartaz! Dizia mais ou menos: você conhece bem este tipo? Uma insinuação dessas… E assinado JSD, sempre a mesma técnica. Os pulhas!”

.“Na televisão, o Santana Lopes insinuou num debate que eu era homossexual, queria que eu dissesse que era, era isso que ele queria. O bandalho! E com o Diogo Infante, pessoa que nunca conheci e com quem nunca falei na minha vida!”

. “O Gomes da Silva (advogado) era um dos que preparou, com o chefe de gabinete de Santana (Lopes), Miguel Almeida, o fornecimento de elementos à Polícia Judiciária para criarem o caso Freeport.”

POLÍTICA

. “Tenho uma boa vida. Se voltei ao comentário político é porque me quis defender, estava a ser atacado em defesa. Não sinto nenhuma inclinação para voltar a depender do favor popular.”

. “Aqueles gajos que se achavam a aristocracia (do Partido Socialista) pensavam que eu tinha de ir lá pedir, pedir se podia, pedir autorizações. E eu pensei, raios vos partam, vou vencer-vos a todos! E foi o que fiz!”

. “Quem é que você acha que é mais de esquerda, eu ou o Alegre? A esquerda mede-se aos palmos? É um engano pensar que o Manuel Alegre é mais de esquerda do que eu. Ele é muito conservador em muitas matérias.”

ALEMANHA

. “Aquele estupor do ministro das Finanças, o Schauble, todos os dias esse filho da mãe punha notícias nos jornais contra nós. E ligávamos para o gabinete da Merkel e ela, com quem me dava bem, dizia que vinha do gabinete dele.”

Comentários