Rita Pereira: “Ninguém fala do meu trabalho!”

A estrela da TVI queixa-se que os jornalistas nunca escreveram uma linha sobre o seu desempenho como atriz.

Presença constante na imprensa cor-de-rosa pelos mais variados motivos, Rita Pereira, que está a comemorar dez anos de carreira, afirma que nunca viu reconhecido ou criticado o seu desempenho como atriz. 

“Já passaram dez anos e gostava que um dia escrevessem uma linha sobre o meu trabalho”, disse a atriz, que se confessa “bastante triste e desvalorizada” perante a ausência de comentários, positivos ou negativos.

Rita, de 32 anos, acaba de se estrear no cinema, no filme “Sei Lá”, de Joaquim Leitão, e espera que os críticos da especialidade digam, finalmente, alguma coisa sobre a sua prestação artística.

“É a primeira vez que faço cinema e agora tenho esperança que algum crítico diga alguma coisa, nem que seja mal”, declarou a atriz a SapoFama na sessão de antestreia do filme adaptado do romance homónimo de Margarida Rebelo Pinto.

“Foi maravilhoso fazer este filme, foi a melhor maneira de entrar no cinema e não trocaria a minha personagem por nenhuma das quatro protagonistas. Adorei fazer a Odete!”, sublinhou Rita.

Ironia das ironias, a “Odete” é uma mulher que quer ser famosa mas a única coisa que consegue é trabalhar numa revista cor-de-rosa…

Para construir a “Odete”, Rita Pereira diz que se inspirou nos jornalistas com quem lida há uma década. “Eu observo-vos muito, sei quem são os que se estão a marimbar, os que gostam de trabalhar e também aqueles jornalistas que queriam estar do outro lado da câmara … e tirei um bocadinho de cada um”, concluiu a atriz.

(Clique em Fotos, acima da imagem, e veja como foi a antestreia do filme “Sei Lá”)

Comentários