Richard Branson foi aos fados

Richard Branson foi aos fados O multimilionário inglês recusou o concerto de Madonna e foi para a noite de Lisboa comer bacalhau e ouvir fado.

O multimilionário inglês Richard Branson veio a Portugal tratar de uns negócios, mas não quis perder a oportunidade de saborear a noite mais castiça de Lisboa.

O empresário estava na lista de VIPs confirmados para o espectáculo de Madonna, no passado domingo, mas preferiu ir aos fados.

O dono do grupo Virgin foi jantar num restaurante com vista para o rio Tejo, pediu mexilhão, bacalhau com broa e grelos, escolheu os melhores vinhos nacionais e passou um serão alegre e descontraído.

Apreciador da gastronomia portuguesa, Branson pediu ao amigo Mário Crespo que o levasse a sentir a alma lisboeta.

Primeiro, o jornalista da SIC conduziu o multimilionário para o Clube de Fados de Lisboa. Depois, na hora de ir para o concerto de Madonna, Branson esqueceu o convite e dirigiu-se para um bar à beira-rio, onde permaneceu com amigos durante várias horas.

O irreverente empresário veio a Portugal para participar num seminário internacional sobre "Inovação e Energias Renováveis", no Museu do Oriente. Mais tarde, numa conferência de imprensa, Branson surpreendeu ao admitir que, no futuro, pode vir a construir uma central espacial no nosso país.

Além desse projecto, Branson anunciou a construção em Portugal de uma rede de ginásios, a "Virgin Active" que pretende ser líder no sector. De seguida, o empresário esteve no Porto na inauguração de "Caminho das Estrelas", a agência de turismo espacial do grupo do empresário Mário Ferreira que vai comercializar, em exclusivo, em Portugal os produtos da "Virgin Galactic".

Branson garantiu que, "dentro de três anos", será possível ao cidadão comum viajar no espaço, embora tenha admitido que "ainda há muitos testes a realizar" antes que a nave obtenha a certificação oficial. Neste momento, há já cinco portugueses inscritos para viagens que custam cerca de 140 mil euros.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários