Príncipe William vai trabalhar

Herdeiro do trono britânico assina contrato de trabalho com uma empresa privada.

O príncipe William assinou um contrato de trabalho com uma empresa privada que fornece pilotos de helicóptero a um serviço público de ambulâncias-aéreas no leste de Inglaterra – foi hoje oficialmente em Londres.

Aos comandos de um helicóptero da East Anglia Air Ambulance, o segundo na linha de sucessão ao trono britânico vai trabalhar desde as sete da manhã até às quatro e meia de tarde em operações de socorro a vítimas de acidentes de viação e de outros desastres, em troca de um salário de 50 mil euros brutos por ano (mais ou menos 38 mil líquidos).

A imprensa inglesa tem vindo a sublinhar o facto de William ser o primeiro “sénior” da família real a aceitar um estatuto de “simples empregado remunerado”, com o consequente pagamento de taxas e impostos, embora também faça notar que o príncipe já anunciou que vai doar a totalidade do salário líquido a instituições de caridade.

William já disse, também, que tenciona levar muito a sério o seu trabalho na Bond Air Services, empresa que o contratou, e que, por isso, a lista das suas missões oficiais vai ter de ser mais reduzida nos próximos dois anos e meio.

Para ficar mais próximo do seu local de trabalho, William planeia levar a sua mulher, Kate, e o pequeno príncipe George, filho do casal, para a casa de campo que têm em Ammer Hall, em Norfolk, no leste de Inglaterra, embora mantenha a residência oficial no Palácio de Kensington, em Londres.

artigo do parceiro: Top Fama

Comentários